clube de leitura

Instruções para chorar e dançar catala

“Histórias de Cronópios e de Famas”, do argentino Julio Cortázar (Ixelles, Bélgica, 1914 – Paris, França, 1984), foi publicado pela primeira vez em 1962. O livro tem uma estrutura fragmentária e os textos breves vão se espalhando por 4 capítulos: “Manual de instruções”, “Estranhas ocupações”, “Matéria plástica” e “Histórias de cronópios e de famas”. No “Manual de instruções” de Cortázar há, por exemplo, instruções para chorar, para sentir medo, entender três quadros famosos e subir uma escada. Em “Matéria plástica”, o “esmagamento das gotas” se detém na vida, morte e elasticidade de algumas gotas de chuva. Por fim, Cronópios, Famas e Esperanças são os personagens intrigantes que habitam a quarta e última parte do livro, com humor, poesia e um pouco de melancolia.     

Alguns fragmentos do livro “Histórias de Cronópios e de Famas” são os textos selecionados para o dia 23/10/2021 (turma 1) e 30/10/2021 (turma 2) do Brisa – Clube de leitura de contos e outros textos breves. Para participar, inscreva-se por e-mail.


FRANÇA, Ana Claudia C. V. de. Instruções para chorar e dançar catala. Blog Plástico Bolha, 2021. Acesso em: . Disponível em: <https://anafranca.com.br/instrucoes-para-chorar-e-dancar-catala/>.


Publicado por Ana França

Sou professora no Departamento Acadêmico de Desenho Industrial (DADIN) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), no campo de Narrativas Visuais e Produção da Imagem. No doutorado pesquisei sobre mulheres no circuito de cinema em Curitiba, entre 1976 e 1989 (PPGTE/UTFPR). Dedico-me a projetos em narrativas visuais e investigações sobre mulheres no audiovisual, nos cruzamentos entre história, narrativa, literatura, texto e imagem.